O desespero da liberdade

“O homem está condenado a ser livre”, sentenciou Jean-Paul Sartre no ensaio O existencialismo é um humanismo. Em outras palavras, o homem é prisioneiro do seu próprio futuro, pois é lançado ao mundo condenado à liberdade. Irremediavelmente decidirá os seus passos, escolherá seu caminho. Talvez, um leitor precipitado e relutante poderia supor uma situação em que […]