CategoriaArtigos

Os últimos dias…

Um texto autobiográfico sobre uma fase difícil, olhando nos olhos, que agora da morte são, olhos que um dia foram os do meu pai…   Lutando com o sono escrevendo em solitude prometo que só a mim farei o mal Cartola toca e a fumaça do...

Leia mais

Rotina (in)decente

Dois fardos de 12 e você está sem nenhuma cerveja bêbado, mas não o suficiente queima o nariz acendendo uma mísera ponta na boca do fogão, porque não conseguiu riscar a merda do fósforo, Chapado encara a folha e espera, espera por muito...

Leia mais

Todas as cartas de amor são ridículas

Todas as cartas de amor são Ridículas. Não seriam cartas de amor se não fossem Ridículas. Também escrevi em meu tempo cartas de amor, Como as outras, Ridículas. As cartas de amor, se há amor, Têm de ser Ridículas. Mas, afinal, Só as...

Leia mais

Custo! O que custo?

I Custo! O que custo? Eles e elas, todos se vão como tudo que pertence ao tempo o choro se cala, a lágrima vara o rosto o velho se torna vintage, o novo se torna moda a tristeza é um jardim de vasos quebrados a felicidade é flora...

Leia mais

O homem que foi colocado numa gaiola

Certa noite, o soberano de um país distante estava de pé à janela, ouvindo vagamente a música que vinha da sala de recepção, do outro lado do palácio. Estava cansado da recepção diplomática a que acabara de comparecer e olhava pela janela...

Leia mais

O Velho e as Memórias: Envelhecer é aprender

O texto a seguir relata os ensinamentos de um velho homem, que um dia foi  menino, jovem e agora está próximo de se tornar  apenas uma memória.. Este texto literário foi escrito por Matheus John.. Sou um homem  velho… Agora sei que...

Leia mais