Aforismos para sabedoria de vida; Um fragmento

Os homens se parecem com crianças que adquirem maus hábitos quando mimadas; assim, não devemos ser muito indulgentes nem muito amáveis para com ninguém. Em regra, não perderemos um amigo por haver-lhe negado um empréstimo de dinheiro, mas isso poderia ocorrer facilmente caso o concedêssemos. Igualmente, não perderemos um amigo por uma postura orgulhosa e […]

UMA ANALISE DA DITADURA MILITAR NO BRASIL Á LUZ DE VIGIAR E PUNIR DE FOUCAULT

A partir de 1964 o Brasil passava por um de seus períodos de governo mais complexos e tensos da sua história. A Ditadura Militar se destacou mundialmente por sua onda de censura e extrema repreensão política. Foucault, filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo e crítico literário, é autor da obra intitulada Vigiar e Punir […]

O que aconteceria se você vivesse tudo de novo, novamente, para sempre?

A possibilidade de nos tornamos artistas de nossas próprias vidas, esquecendo superstições, esculpindo-nos como nossa própria obra de arte; dançando a música da vida, não pelo que acontece depois que ela termina, mas pelo prazer do ritmo e da melodia. Você já parou para pensar em quantas hipóteses são levantadas para a vida após a […]

Será que vivemos, de fato, no presente?

“Apreciaríamos e desfrutaríamos melhor o presente se, nos dias de bem-estar e saúde, não deixássemos de refletir sobre como, durante a enfermidade ou a aflição, as lembranças das horas que decorreram sem dor e privação nos pareceram dignas de inveja — como um paraíso perdido, um amigo esquecido ao qual não demos o merecido valor. […]

A preguiça e a covardia do pensar por si mesmo

Pensar com a própria cabeça é extremamente libertador, no entanto, não é fácil. No âmbito do pensamento, podemos construir tudo, mas acabamos transferindo nossa capacidade para qualquer coisa que alivie essa responsabilidade. Fugimos, passamos a bola para outro alguém jogar por nós. Em alguns casos, seguimos algumas ideias sorrateiramente, como quem não quer correr riscos, […]

O desespero da liberdade

“O homem está condenado a ser livre”, sentenciou Jean-Paul Sartre no ensaio O existencialismo é um humanismo. Em outras palavras, o homem é prisioneiro do seu próprio futuro, pois é lançado ao mundo condenado à liberdade. Irremediavelmente decidirá os seus passos, escolherá seu caminho. Talvez, um leitor precipitado e relutante poderia supor uma situação em que […]