Seu gosto musical pode revelar muito sobre sua personalidade

Quantas vezes você abriu o Youtube e deparou-se, justamente, com a música que gostaria de ouvir? Provavelmente isso já aconteceu algumas vezes, afinal, as apostas daqueles que trabalham com marketing digital estão cada vez mais certeiras.
A lista de recomendados é criada através de seu histório de acesso a um determinado clipe musical, por exemplo. A partir daí, determinar tendências torna-se uma tarefa fácil, logo, seu perfil como consumidor é revelado e a provável forma que seu cérebro trabalha também.

É, isso mesmo, é possível que seu repertório musical revele como seu cérebro funciona.

A tese foi elaborada por pesquisadores da Universidade de Cambridge (Reino Unido) e, conduzida pelo estudante de PhD David Greenberg. Mais de 4 mil pessoas participaram.

Entenda como foi processo

Para que as constatações pudessem ser feitas, foi usado um aplicativo para Facebook chamado “myPersonality”: o questionário foi então aplicado, e cinco traços de personalidade puderam ser mensurados.

Com base no Inventário NEO Revisado de Personalidade, foram analisados o “neuroticismo” (pessoas que possuem tendência a comportamento negativo), “extroversão”, “disposição a novas experiências”, “afabilidade” e “consciência”. A segunda etapa do teste consistiu no registro das preferências musicais dos participantes: cada voluntário ouviu a 15 segundos de 50 músicas diferentes, canções estas que representam o total de 26 gêneros e subgêneros musicais.

Conclusão

Pessoas “empáticas” gostam de músicas suaves, tais como as de R&B (“Ritmo e Blues”, em tradução livre), rock também “calmo” e “despretensioso” (como folk e country). Este grupo, prefere sons menos agitados, com profundidade emocional.

Já aqueles com um pensamento “sistemático” preferem “músicas mais fortes”, enérgicas, como Metal. Ao contrário das pessoas tidas como empáticas, as de pensamento pragmático gostam de composições que contam com “altos níveis de complexidade”. Quem deseja colocar a tese dos pesquisadores à prova pode fazer o teste.

Escute as duas músicas listadas abaixo:

E aí? De qual gostou mais?

Segundo a pesquisa, se você gostou mais da primeira, você é do grupo das pessoas “empáticas”, caso tenha gostado mais da segunda, seu pensamento é “sistemático”.

Exemplo

Se você prefere Pink Floyd a Iron Maiden, provavelmente sua personalidade é de pessoas “empáticas”.

É de suma importância resaltar que para usufruirmos totalmente de pesquisas desse gênero, devemos nos distanciar da generalização. Certamente não podemos dizer que toda pessoa que ouve Metal, por exemplo, tem um pensamento sistemático. Afinal, todos nós temos nossas pecualiridades, além disso, muitas pessoas são ecléticas e encontram-se um pouco em cada estilo musical.

O estudo foi publicado originalmente na plataforma Plos One.

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Demasiado Humano

Demasiado Humano

"A sabedoria não se transmite, é preciso que nós a descubramos fazendo uma caminhada que ninguém pode fazer em nosso lugar e que ninguém nos pode evitar, porque a sabedoria é uma maneira de ver as coisas."
Marcel Proust